Archive for June, 2007

It’s when you know that nothing good could come from this. Quando você pega um calhamaço de papéis xerocados, e sabe que vai cortar o dedo. Quando você acende o segundo cigarro na bituca do primeiro. Quando você assiste TV no sofá depois de jantar massa, e sabe que vai dormir toda encolhida e acordar […]


Hein?

28Jun07

Desde quando e onde eu deixei minha consciência de férias? E por que diabos você tinha que ter os olhos de uma cor que eu nunca tenho certeza exata de qual é? Verdes de manhã, azuis quando você quer, e qualquer cor para mim.


Slide away and give it all you’ve got My today fell in from the top I dream of you and all the things you say I wonder where you are now you’ve knocked me off my feet


Callin’ all the stars to fall and catch the silver sunlight in your hands Come for me and set me free Lift me up and take me where i stand She believes in everything and everyone and you and yours and mine I waited for a thousand years for you to come and blow me […]


Hoje, depois de almoçar com duas amigas, uma delas voltou à faculdade, e fui tomar café com a que restou. O tempo fluiu naturalmente, exatamente como quando o acaso rege os fatos da nossa vida. Depois do café, conversamos por mais 15 minutos numa esquina que era a metade do meu caminho e do dela. […]


Quantos meses? Quantos meses faz? Quantos meses mais?


De vez em quando penso em pílulas que poderiam resolver muitos dos problemas da humanidade. Hoje pensei em criar pílulas que te permitam sonhar exatamente com o que deseja. Imediatamente antes de dormir, você engole a cápsula e mentaliza a pessoa ou lugar que você quer que esteja no seu sonho. O único problema é que a […]


– Antônio, voltou a rede, a internet tá funcionando. – … – Ô seu verme, tá ouvindo o que eu tô falando? – Cê qué dormir com o demônio, velho? – Ô seu maldito, cala a boca. – Malditas tartarugas ninjas! Eu vou matá-las uma a uma! – Demolidor!!!! Cásper Líbero, a mais antiga faculdade […]


Na semana passada o Celso Unzelte me colocou uma sementinha, numa conversa rápida num corredor. Sobre a finitude da vida. A filhinha dele veio lhe pedir ajuda com uma lição de casa, e ele respondeu que ela deveria pensar sobre a finitude da vida. Não sei se era a conversa mais apropriada para uma menina […]


Se algum dia eu tiver um filho, vou moldá-lo para dominar o mundo. Vou vesti-lo aos 19 com camisas sociais de mangas compridas e listras finas, jeans surrados e tênis. Ele vai mascar chiclete como o Liam Gallagher. Suas cantadas vão ser tiradas de músicas, ele vai dizer I waited for a thousand years for […]


Em homenagem ao primeiro prodígio que eu gosto na vida, escolha um clipe de alguma incrível banda inglesa para o dia da segunda vitória do incrível Hamilton — sétimo pódio em sete corridas, sua primeira temporada na Fórmula 1: Oasis, com Songbird. Liam Gallagher, o único homem que consegue cantar bem mascando chiclete. Beatles, com A Day in […]


“…e que você não sabe que tem, porque não está em nenhum dos filmes de Woody Allen, é um mundo dos mortos construído nela, um verdadeiro temor do Céu, uma necessidade automática de invocar a presença de Deus sempre que se disser algo bom ou ruim sobre qualquer pessoa ou coisa, uma crença absoluta de […]


Efemeridade

14Jun07

O blog ainda é o mesmo, a autora ainda é a mesma, mas ela sabia que aquele título não duraria muito tempo. Nisso que dá ter mania de coisas que durem pouco. Aí vão algumas: Espirros Músicas dos Beatles Beatles Chocolate importado Pilhas para câmera fotográfica Dinheiro Pão na chapa quentinho num café-da-manhã de domingo […]