A certain romance

11Dec07

Well oh they might wear classic Reeboks
Or knackered Converse
Or tracky bottoms tucked in socks
But all of that’s what the point is not
The point is thats there ain’t no romance around there

Sobre o que você não aguenta mais escrever? Sobre a tua vida, tua previsibilidade? Quem compraria tuas frases prontas que não convencem ninguém? Ou melhor, até convencem, mas não quem você gostaria.

Aí você passa três horas, gasta três horas da tua vida comigo pra me dizer que você não se aguenta mais, pra me falar dos teus planos e tem a calhordice de me dizer que queria conversar comigo porque você gosta de mim. Gosta como, no teu mundo avesso ao meu? Minha querida princesa, já se passou um ano, um ano e você não ouviu minha voz, não soube como eu juntei os pedaços que você tão displicentemente espalhou. E você vem me dizer que age sem pensar, sem medir conseqüências.

No teu mundo avesso sou eu que jogo xadrez e antecipo demais as jogadas, é isso? Pois no meu mundo não há espaço pra um roteiro com “o que você quer ouvir, Camila”. No teu mundo avesso não definiram a palavra desculpa, ao menos não a definiram como no meu mundinho puritano, não é isso o que você pensa dele? No meu mundinho tão puritano para você, em que desculpa, para existir, precisa de um argumento e reflexão. Entre nós duas cresceu um buraco; você diria, com seu drama, que é um abismo, onde cabe tudo isso que eu penso, com desgosto, de você, princesinha.

Advertisements


No Responses Yet to “A certain romance”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: