Archive for August, 2008

When there is nothing left to burn, you have to set yourself on fire. Olha, não pense que eu tomo trechos de letras de música como mantras. Mas esse é bem aplicável: Melhor do que ficar aí, pensando merda, tramando intriguinha, coçando, assistindo pela quinta vez a mesma reprise de algum seriado, ouvindo músicas nostálgicas […]


André Vicente costuma ter umas idéias geniais. Há alguns dias, ele teve uma das melhores: Contabilidade Hoje pensei na possibilidade de contratarmos institutos de pesquisa para a realização de um balanço individual sobre alguns dados de nossas vidas. Esse instituto contabilizaria como você despendeu de sua vida. Imagine se não seria legal se, após 24 […]


Ontem no trabalho ouvi Salomão Schvartzman comentar sobre Paulo Bonfim, um poeta que escreveu Antônio Triste, um livro lançado em 47 e ganhador de um prêmio da Academia Brasileira de Letras. Vou procurá-lo na livraria e descubro que está esgotado. Se esse é o reconhecimento que você tem quando é premiado pela ABL, imagine onde estarão os meus […]


d. J.

10Aug08

Queria conseguir resumir em um post o que se tornou minha vida desde julho até agora. Queria saber como não decepcionar quem estou decepcionando com a ausência inevitável. Por enquanto, só posso dizer que trabalhar de madrugada aos finais de semana não é tão ruim quanto parece, e ajuda ficar bolando playlists para comemorar o […]


People moving all the time inside a perfectly straight line Don’t you wanna curve away? When it’s such, it’s such a perfect day Now the sky could be blue, I don’t mind Without you it’s a waste of time


Não fala do que eu deveria ser pra ser alguém mais feliz Há dois anos, hoje e sempre.