Derrotados, mas vencedores

29Jun10

Sim, a seleção norte-americana foi derrotada neste sábado por Gana e está fora da Copa do Mundo de 2010. Mas, na verdade, a equipe que foi eliminada nas oitavas de final, após disputar uma partida suada de duas horas – os 90 minutos regulares e outros 30 – saiu da África do Sul vencedora.
Num país em que o futebol sempre foi um mero figurante, atrás dos protagonistas basquete, beisebol e o próprio futebol americano, a primeira década do século XXI mostra que ele está cativando cada vez mais torcedores. Que aprendem cada vez mais as 17 regras desse esporte – bem menos do que as do futebol americano – e, especialmente, a 11ª, após verem dois gols anulados por impedimentos que não ocorreram.
E para os que ainda não conseguiram ou não quiseram aprender as regras, a imprevisibilidade do futebol também garantiu as emoções que os norte-americanos tanto gostam em esportes como o basquete, em que jogos são apertados e placares às vezes são definidos apenas nos últimos segundos. Foi assim que, em 23 de junho, o meia Landon Danovan se tornou o herói do país por um dia e futuro símbolo das gerações de jogadores que vão surgir a partir de 2010. Não é à toa que ele veste a camisa 10: o maior artilheiro na história da seleção foi mais uma vez decisivo: marcou, aos 46 minutos do 2º tempo, o único gol na vitória contra a Argélia, e justamente o que garantiu a classificação dos Estados Unidos para as oitavas.
E é no século XXI que a internet, que se tornou um termômetro de popularidade, comprova como o futebol deve crescer cada vez mais no país. Durante a partida do dia 23, rapidamente a expressão “another disallowed goal” (“outro gol anulado”) chegou aos trending topics do twitter, após um gol que não estava impedido ser anulado – assim como na partida anterior.
No dia seguinte à vitória histórica, passou a circular um vídeo que já foi visto mais de 2,5 milhões de vezes – ao menos quando esse post foi escrito – com as reações de torcedores por todo o país (e todo o mundo) após o gol de Donovan.


Eles podem não entender todas as regras do futebol, mas sabem comemorar

Na 8ª participação em Copas, os Estados Unidos finalmente vibraram de verdade por seus jogadores. Não foi a melhor colocação que o país alcançou em Mundiais – até hoje, nunca conseguiram superar o 3º lugar de 1930. Não foi nem a maior conquista que a seleção conseguiu nos últimos anos – em 2002, chegaram às quartas de final.
Mas algo me diz que os elementos dessa vitória do dia 23 de junho – um líder cativante como Donovan, emoção até os últimos instantes, final feliz como em filmes de Hollywood – vão motivar o país a vir com ainda mais vontade ao Brasil em 2014.

Advertisements


No Responses Yet to “Derrotados, mas vencedores”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: