Archive for the ‘Confissões’ Category

Por favor, me respondam se isso também acontece com vocês, porque sempre quis saber se isso era comum: quando estão há algum tempo longe de casa, vocês começam a ver estranhos e acha-los parecidos com amigos e familia? Porque nos últimos dias vi minha madrinha no metrô de Madrid, meu irmão no bondinho de Sevilha […]


Whenever I’m alone with you, You make me feel like I am home again Whenever I’m alone with you, You make me feel like I am whole again Whenever I’m alone with you, You make me feel like I am young again Whenever I’m alone with you, You make me feel like I am fun […]


Beatles & Oasis

07Sep09

You know if you break my heart I’ll go, but I’ll be back again Cause I told you once before goodbye, but I came back again. – Well, it’s alright, it’s alright Who are you and me to say what’s wrong and what’s right Do you still feel like me We sit down here and […]


Sou o tipo de pessoa boba que se importa com aniversários. Sou daquelas que tentam ligar no horário exato em que a pessoa (disse que) nasceu. Daquelas que demoram dias para encontrar um presente que seja definitivamente único para a pessoa. Daquelas que páram, pensam e sentam para escrever um cartão ou a dedicatória (se […]


Next year

08Dec08

Se eu fosse contabilizar, provavelmente descobriria que passo ao menos 1/5 da minha vida evitando pensar nas pessoas que, por algum motivo ou outro, saíram da minha vida. No final do ano essa proporção sempre aumenta, talvez porque seja o mês do meu aniversário e eu tenha memórias mais marcantes em dezembro. Nessa semana, estava […]


(…) Quanto mais pesado o fardo, mais nossas vidas se aproximam da terra, fazendo-se tanto mais reais e verdadeiras. Inversamente, a ausência absoluta de um fardo faz com que o homem se torne mais leve do que o ar, fá-lo alçar-se às alturas, abandonar a terra e sua existência terrena, tornando-o apenas parcialmente real, seus […]


“Eu te deixaria pistas em xícaras de café inacabadas; aleatória, eu te escreveria em maços vazios, aqueles que gastaria com muito prazer em dias de chuva, de sol (que ainda teremos pela frente, espero). Eu te contaria todas e quantas histórias você quisesse ouvir, desde que fossem premissas pra ter teus olhos tão atentos sobre mim e […]


Langsam, bitte. Ich will noch ein mal lachen, aber langsam, bitte.


It was his cigar hand, however, and he hesitated a second too long. He dragged on his cigar. “God damn it,” he said, “there are nice things in the world–and I mean nice things. We’re all such morons to get so sidetracked. Always, always, always referring every goddam thing that happens right back to our […]


Jane Gallagher

01Aug07

She was a funny girl, old Jane. I wouldn’t exactly describe her as beautiful. She knocked me out, though. She was sort of muckle-mouthed. I mean when she was talking and she got excited about something, her mouth sort of went in about fifty directions, her lips and all. That killed me. And she never […]


É como se todo dia eu perdesse um pedacinho a mais da crença que eu tenho nos outros. Eu queria ainda acreditar em você. Você sabe que eu queria. Eu queria acreditar de novo em você.


I-I wish you could swim Just like the dolphins-like dolphins can swim But nothing-is going to keep us together But we can beat them-for ever and ever Cause we can be heroes-just for one day (…) I-I will be king And you-you are going to be my queen (…) I-I can remember Standing-by the wall And the guns-they […]


Só admiti que gostava de Machado de Assis quando li Quincas Borba. Provavelmente vão me crucificar depois desse post, mas a verdade é: penei para ler Dom Casmurro. Até gostava de algumas partes de Memórias Póstumas, mas não tantas para dizer que gostei do livro. Digo que gosto de Quincas Borba porque é narrado em […]