Archive for the ‘Leitura’ Category

Uma boa cena para se ler em um domingo, tirada de Franny & Zooey, de J. D. Salinger. Aos poucos, inicialmente, depois totalmente, ele deixou sua atenção ser atraída para uma pequena cena que estava sendo representada de maneira sublime, sem o empecilho de autores, encenadores e produtores, cinco andares abaixo da janela e do […]


Sou o tipo de pessoa boba que se importa com aniversários. Sou daquelas que tentam ligar no horário exato em que a pessoa (disse que) nasceu. Daquelas que demoram dias para encontrar um presente que seja definitivamente único para a pessoa. Daquelas que páram, pensam e sentam para escrever um cartão ou a dedicatória (se […]


Nossa vida cotidiana é bombardeada de acasos, mais exatamente encontros fortuitos entre as pessoas e os acontecimentos — aquilo que chamamos de coincidências. Existe co-incidência quando dois acontecimentos inesperados acontecem ao mesmo tempo, quando eles se encontram: Tomas aparece no restaurante no momento em que o rádio toca Beethoven. Na sua imensa maioria, essas coincidências […]


2008 foi o ano em que me apaixonei por Hélio Pellegrino. E, esporadicamente, eu tento convencer cada vez mais pessoas a se encantarem com a simples genialidade dele. No capítulo de hoje, um trecho de uma entrevista que ele deu a Clarice Lispector: CL: Hélio, diga-me agora, qual a coisa mais importante do mundo? HP: […]


(…) Quanto mais pesado o fardo, mais nossas vidas se aproximam da terra, fazendo-se tanto mais reais e verdadeiras. Inversamente, a ausência absoluta de um fardo faz com que o homem se torne mais leve do que o ar, fá-lo alçar-se às alturas, abandonar a terra e sua existência terrena, tornando-o apenas parcialmente real, seus […]


Machado

17Oct08

Basta amar para escolher bem; o diabo que fosse era sempre boa escolha. Ju, essa vai também para você.


Para tentar encontrar de novo alguém que ganhei e perdi neste ano, recorri a Mario Vargas Llosa. E encontrei em Tia Julia e o escrevinhador uma dedicatória que acabou de entrar na minha coleção das preferidas: Para Julia Urquidi Illanes, a quem tanto devemos eu e este romance. Posso não ter te encontrado de volta, […]


Será possível, então, um triunfo do amor? Sim. Mas ele não se encontra no final do caminho. Ele se encontra no meio do caminho: não na partida, não na chegada, mas na travessia. Rubem Alves me explicando por que tenho um problema com o tal do timing.


Já me matei faz muito tempo me matei quando o tempo era escasso e o que havia entre o tempo e o espaço era o de sempre nunca mesmo o sempre passo morrer faz bem à vista e ao baço melhora o ritmo do pulso e clareia a alma morrer de vez em quando é […]


Sei que estou lendo um livro ótimo quando começo a poupá-lo. Me permito ler no máximo duas páginas de cada vez. Um livro bom, leio sem parar. Mas um livro ótimo, ah, esse eu leio a conta-gotas. O da vez é O encontro marcado, do Sabino. As pessoas que passam mais tempo comigo sabem da minha […]


Há dez dias, venho me apaixonando cada vez mais por Hélio Pellegrino. Nosso encontro ocorreu apenas vinte anos após sua morte. Mas isso não atrapalha em nada. Apenas o fato de que não poderei conhecê-lo, ao menos não nesta vida. Já contei aqui que sou uma colecionadora de dedicatórias em livros. Ontem li uma que […]


do Borges

29Dec07

(…) I offer you whatever insight my books may hold, whatever manliness or humour my life. I offer you the loyalty of a man who has never been loyal. I offer you that kernel of myself that I have saved, somehow –the central heart that deals not in words, traffics not with dreams, and is […]


Agosto

31Aug07

O livro do Rubem Braga, o mês em que conheci Caio Blinder, o mês em que falei com Zé Godoy, o mês em que descobri jazz ao vivo, o oitavo mês sem você, o mês em que me permiti terminar Franny and Zooey, o mês em que parei para ouvir Cachorro Grande:  Melhor do que […]